foto: ICMBio

Conheça mais sobre o CEPNOR

foto: ICMBio

Conheça nossos Boletins Científicos

Leia Mais
  • Sexta-Feira

    Chuva

    32 °C

    25 °C

  • Sábado

    Chuva

    32 °C

    23 °C

Belém - PA

  • Quarta-Feira

    Pancadas de Chuva

    31 °C

    24 °C

  • Quinta-Feira

    Pancadas de Chuva

    30 °C

    24 °C


Artigo 01

SOBRE A PESCA DA LAGOSTA-VERMELHA, Panulirus argus (LATREILLE, 1804), NA COSTA NORTE DO BRASIL
Boletim Técnico Científico - Volume 5 - Numero 1
Resumo
A pesca de lagostas no litoral brasileiro é uma atividade de elevada importância social e econômica, cuja exploração se iniciou em 1955 no Estado do Ceará, chegando até o Pará e Amapá no final da década de 90. O presente estudo aborda aspectos gerais da pesca da lagosta-vermelha, Panulirus argus (Latreille, 1804) na região Norte do Brasil. Dados sobre o comprimento do cefalotórax (CC) foram obtidos a bordo de barcos lagosteiros e por amostragem da captura em pontos de desembarque localizados na região costeira do Estado do Pará, no período julho/2001 - dezembro/2003. Os resultados mostram que P. argus é a espécie mais abundante, seguida de Scyllarides delfosi, sendo os municípios de Bragança e Augusto Corrêa, no Pará, os principais portos de desembarque na região Norte. O tamanho dos indivíduos capturados apresentou a amplitude máxima de 6,1 cm - 17,4 cm de comprimento do cefalotórax, observada nos machos, com um comprimento médio de 10,0 cm CC para os sexos agrupados. A proporção sexual foi determinada para períodos mensais e anuais, tendo-se aplicado o teste c² para verificar a existência ou não de diferenças significativas na proporção entre sexos. As fêmeas predominaram no ano de 2001 com uma proporção sexual de 1,3:1 havendo diferenças significativas nos meses de agosto, setembro e dezembro. No ano de 2002 as fêmeas tiveram uma menor participação nas capturas, sendo que a proporção foi de 0,9:1, havendo diferenças significativas nos meses de maio, julho e dezembro. No ano de 2003, houve um maior equilíbrio entre os sexos, indicando uma proporção sexual de 1:1 e com uma diferença altamente significante apenas no mês de julho. No período total de estudo a proporção sexual média foi de 1:1.
Abstract
Study of the Caribbean spiny lobster, Panulirus argus (Latreille, 1804), fishery off Northern Brazil The spiny lobster fishery in Brazil has a high social and economic importance, whose exploitation began in 1955, in Ceará State, expanding towards Pará and Amapá States in the mid 1990s. The present paper addresses general aspects of the fishery for the Caribbean spiny lobster, Panulirus argus (Latreille, 1804). Data on carapace length (CL) were obtained on board fishing boats and through sampling of landings made at harbors along the coastal zone of Pará State, in the period from July, 2001 to December, 2003. The results show that P. argus is the most abundant species followed by Scyllarides delfosi, being Bragança and Augusto Correa the main fishing ports off Northern Brazil. The overall size range was 6.1 - 17.4 cm CL, for males, with an average value of 10.0 cm CL independent of sex. The sex-ratio was estimated by month and year and the c2 was applied in order to assess its statistical significance. In 2001 there was a female predominance (sex ratio 1.3:1) with significant differences in August, September and December. In 2002 no annual difference was found in the 0,9:1 sex-ratio, but monthly differences were found in May, July and December. In 2003, there was a balance as shown by the 1:1 sex-ratio, significant differences occurring only in July. A mean value of 1:1 sex-ratio was estimated for the whole study period. Key words: Caribbean spiny lobster, Panulirus argus, sex-ratio, landing port, Northern Brazil.
Arquivos Visualize em PDF
Palavras-Chave lagosta-vermelha, Panulirus argus, proporção sexual, porto de desembarque, região Norte.