Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Roedores e Lagomorfos

roedor
Foto: Beatriz de Mello Beisiegel
 
DOCUMENTOS E ARQUIVOS
Nome
Baixar
Lista das espécies avaliadas alt
Ficha base de avaliação alt
VALIDADO

N° DE ESPÉCIES: 245

Os roedores são uma das Ordens mais numerosas de mamíferos e apresentam incrível diversidade. Esta vai desde o tamanho  corporal  que  varia entre minúsculos camundongos  pesando pouco mais de 10 gramas e capivaras que podem chegar a pesar  65 kg,  até especializações ecológicas e comportamentais,  com   espécies arborícolas, terrestres, semi-aquáticas e semi-fossoriais, espécies cujos filhotes são precoces e que apresentam ricos repertórios vocais e organização social complexa, e espécies solitárias. Cerca de 244 roedores ocorrem no Brasil, mas este número está em constante atualização e gera divergências entre os especialistas. Os lagomorfos são representados no Brasil por uma única espécie nativa, o tapiti Sylvilagus brasiliensis.

A avaliação do estado de conservação de roedores e lagomorfos no Brasil foi conduzida pelo CENAP - Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Carnívoros, vinculado à Coordenação Geral de Manejo para Conservação (CGESP), da Diretoria de Pesquisa, Avaliação e Monitoramento da Biodiversidade (DIBIO), ICMBio.

N° DE OFICINAS:

1 oficina realizada

COORDENADORES DE TAXON:

Dra. Cibele Rodrigues Bonvicino - INCA

Dr. Paulo Sérgio D'Andrea - FIOCRUZ

PONTO FOCAL:

Beatriz de Mello Beisiegel - CENAP/ICMBio

EMAIL:  coabio@icmbio.gov.br

Fim do conteúdo da página