Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Fauna Brasileira > Lista de Espécies Ameaçadas > Aves - Automolus lammi Zimmer, 1947 - Barranqueiro-do-nordeste
Início do conteúdo da página

Aves - Automolus lammi Zimmer, 1947 - Barranqueiro-do-nordeste

Classificação Taxonômica
Grupo
Classe:
Ordem:
Família:
Espécie:
Nome Vulgar:
Aves
Aves
Passeriformes
Furnariidae
Automolus lammi Zimmer, 1947
Barranqueiro-do-nordeste
Categoria de Ameaça
Categoria Validada:
Critério Validado:
Presença Lista Anterior:
EN
C2a(i)
IN MMA 003/2003
Justificativa
Automolus lammi é endêmica do Brasil, com ocorrência restrita ao Centro de Endemismo Pernambuco. O número total de indivíduos maduros desta espécie não ultrapassa 2500 e cada subpopulação não contém mais de 250 indivíduos maduros. Além disso, há declínio continuado da população devido à perda de qualidade de habitat e de área de ocupação. Assim sendo, A. lammi foi categorizada como Em Perigo (EN), pelo critério C2a(i).
Especialistas
Adrian Eisen Rupp, Alexander Charles Lees, André Cordeiro de Luca, Caio Graco Machado Santos, Ciro Ginez Albano, Luciano Moreira Lima, Luís Fábio Silveira, Márcio Amorim Efe, Mário Cohn Haft, Santos D’Angelo Neto, Sidnei de Melo Dantas, Thiago Orsi Laranjeiras, Vítor de Queiroz Piacentini, Weber Andrade de Girão e Silva
Referências
1) Remsen, J.V. 2003. Family Furnariidae, p.162-357. In: del Hoyo, J.; Elliott, A. & Christie, D. Handbook of the birds of the world, Vol 8: Broadbills to Tapaculos. Lynx Edicions. 845p.
2) Roda, S.A. 2008. Automolus leucophthalmus lammi (Zimmer, 1947), p.564-565. In: Machado, A.B.M.; Drummond, G.M.; Paglia, A.P. (orgs.). Livro Vermelho da Fauna Ameaçada de Extinção no Brasil. Ministério do Meio Ambiente e Fundação Biodiversitas. v.2, 460p.
3) Rodrigues, R.C; Araújo, H.F.P.; Lyra-Neves, R.M.; Telino-Júnior, W.R.; Botelho, M.C.N. 2007. Caracterização da avifauna na Área de Proteção Ambiental de Guadalupe, Pernambuco. Ornithologia, 2(1): 47-61.
4) Sousa, M.C. 2009. As aves de oito localidades do Estado de Sergipe. Atualidades Ornitológicas, 149: 33-57.
Fim do conteúdo da página