Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Fauna Brasileira > Lista de Espécies Ameaçadas > Aves - Urubitinga coronata (Vieillot, 1817) - Águia-cinzenta
Início do conteúdo da página

Aves - Urubitinga coronata (Vieillot, 1817) - Águia-cinzenta

Classificação Taxonômica
Grupo
Classe:
Ordem:
Família:
Espécie:
Nome Vulgar:
Aves
Aves
Accipitriformes
Accipitridae
Urubitinga coronata (Vieillot, 1817)
Águia-cinzenta
Categoria de Ameaça
Categoria Validada:
Critério Validado:
Presença Lista Anterior:
EN
C2a(i)
IN MMA 003/2003
Justificativa
Urubitinga coronata ocorre da Argentina à Bolívia e no Brasil extra-amazônico. É espécie rara, com grande área de vida (cerca de 500km2 ou 50.000ha por indivíduo ). A população global foi estimada entre 250 e 1000 indivíduos maduros. Considerando-se que a área de distribuição brasileira da espécie corresponde a cerca de 60% de sua área de distribuição total, infere-se que a população no Brasil esteja entre 150 a 600 indivíduos maduros. Nem mesmo as grandes áreas remanescentes onde há registro de U. coronata, no Brasil, suportam subpopulações maiores que 250 indivíduos maduros. A espécie está ameaçada por perda de habitat (especialmente expansão agrícola), perseguição, tráfico ilegal e contaminação por defensivos agrícolas, havendo declínio populacional continuado. Por estas razões U. coronata foi categorizada como Em Perigo (EN), pelos critérios C2a(i).
Especialistas
Alessandro Pacheco Nunes, Alexander Charles Lees, Anamaria Achtschin Ferreira, Gustavo Bernardino Malacco, Iubatã Paula de Faria, Marcos Maldonado-Coelho, Miguel Ângelo Marini, Rochely Morandini, Rudi Ricardo Laps, Thiago Filadelfo Miranda, Túlio Dornas de Oliveira
Referências
1) Albuquerque, J.L.B.; Ghizoni-Jr, I.R.; Silva, E.S.; Trannini, G.; Franz, I.; Barcellos, A.; Hassdenteufel, C.B.; Arend, F.L. & Martins-Ferreira, C. 2006. Águia-cinzenta (Harpyhaliaetus coronatus) e o gavião-real-falso (Morphnus guianensis) em Santa Catarina e Rio Grande do Sul: prioridades e desafios para sua conservação. Revista Brasileira de Ornitologia, 14(4): 411-415.
2) Andrade, M.A. & Andrade, M.V.G. 1998. Notas sobre a águia-cinzenta (Harpyhaliaetus coronatus) e registros de sua ocorrência em Minas Gerais. Atualidades Ornitológicas, 83: 11.
3) Baumgarten, L. 2008. Harpyhaliaetus coronatus (Vieillot, 1817), p.424-425. In: Machado, A.B.M.; Drummond, G.M.; Paglia, A.P. (orgs.). Livro Vermelho da Fauna Ameaçada de Extinção no Brasil. Ministério do Meio Ambiente e Fundação Biodiversitas. v.2, 460p.
4) Bierregaard, R.O., Jr. 1994. Harpyhaliaetus coronatus, p.175. In: del Hoyo, J.; Elliott, A. & Sargatal, J. Handbook of the birds of the world, Vol 2: New World Vultures to Guineafowl. Lynx Edicions. 638p.
5) BirdLife International. 2012. Species factsheet: Harpyhaliaetus coronatus. www.birdlife.org (Acesso em 28/2/2012).
7) Grantsau, R.K.H. 2010. Guia completo para a identificação das aves do Brasil. Parte I. Vento Verde. 624p.
8) Granzinolli, M.A.M. 2009. Harpyhaliaetus coronatus (Vieillot, 1817) Falconiformes, Accipitridae, p.136. In: Bressan, P.M.; Kierulff, M.C.M. & Sugieda, A.M. (eds.). Fauna ameaçada de extinção no Estado de São Paulo: vertebrados. Fundação Parque Zoológico de São Paulo: Secretaria do Meio Ambiente. 648p.
9) IUCN (International Union for Conservation of Nature and Natural Resources). 2012. IUCN Red List of Threatened Species. Versão 2012.1. www.iucnredlist.org (Acesso em 24/9/2012).
10) Marques, A.A.B.; Fontana, C.S.; Vélez, E.; Bencke, G.A.; Schneider, M. & Reis, R.E. 2002. Lista de Referência da Fauna Ameaçada de Extinção no Rio Grande do Sul. FZB/MCT–PUCRS/PANGEA. 52p.
11) Minas Gerais. 2010. Deliberação Normativa COPAM nº 147 de 30 de abril de 2010. Aprova a lista de espécies ameaçadas de extinção da fauna do estado de Minas Gerais. Diário do Executivo - Minas Gerais, de 4 de maio de 2010.
12) Rego, M.A.; Silveira, L.F.; Piacentini, V.Q.; Schunk, F.; Machado, E.; Pinheiro, R.T. & Reis, E. 2011. As aves da Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins, Centro do Brasil. Biota Neotropica, 11(1): 283-298.
13) Sick, H. 1997. Ornitologia brasileira. 3ª. Ed. Nova Fronteira. 912p.
14) Soares, E.S.; Amaral, F.S.R; Carvalho-Filho, E.P.M.; Granziolli, M.A.; Albuquerque, J.L.B.; Lisboa, J.S.; Azevedo, M.A.G.; Moraes, W.; Sanaiotti, T. & Guimaraes, I.G. 2008. Plano de ação nacional para a conservação de aves de rapina. Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. 136p.
15) Straube, F.C.; Urben-Filho, A. & Kajiwara, D. 2004a. Aves, p.143-496. In: Mikich, S.B. & Bérnils, R.S. Livro Vermelho da Fauna Ameaçada no Estado do Paraná. Mater Natura - Instituto de Estudos Ambientais. 764p.
16) Zorzin, G.; Carvalho, C.E.A.; Carvalho-Filho, E.P.M. & Canuto, M. 2006. Novos registros de Falconiformes raros e ameaçados para o estado de Minas Gerais. Revista Brasileira de Ornitologia, 14(4): 417‑421.
Fim do conteúdo da página