Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Fauna Brasileira > Lista de Espécies Ameaçadas > Invertebrados Aquáticos - Linckia guildingi Gray, 1840 - Estrela-do-mar
Início do conteúdo da página

Invertebrados Aquáticos - Linckia guildingi Gray, 1840 - Estrela-do-mar

Classificação Taxonômica
Grupo
Classe:
Ordem:
Família:
Espécie:
Nome Vulgar:
Invertebrados Aquáticos
Asteroidea
Valvatida
Ophidiasteridae
Linckia guildingi Gray, 1840
Estrela-do-mar
Categoria de Ameaça
Categoria Validada:
Critério Validado:
Presença Lista Anterior:
VU
C2a(i)
IN MMA 005/2004
Justificativa
Linckia guildingii é uma espécie circuntropical, ocorrendo da região entremarés até 300 m de profundidade. Tem sido explorada para comércio e seus ambientes tem sido degradados para uma população estimada restrita. . A espécie é categorizada, portanto, como Vulnerável (VU).
Especialistas
Antonia Cecília Zacagnini Amaral - Unicamp, Claudio Gonçalves Tiago - USP, Carlos Renato Rezende Ventura - UFRJ, Ana Claudia dos Santos Brasil - UFRJ, Gisele Yukimi Kawauchi - USP, Walter Ramos Pinto Cerqueira - UEFS, Michela Borges - Unicamp, Paulo Cesar Paiva - UFRJ, Tatiana Menchini Steiner - Unicamp, Luiz Fernando Netto - ICMBio, Harry Boos – CEPSUL/ICMBio.
Referências
BRITES, A. D.; HADEL, V. F. & TIAGO, C. G. 2008. Linckia guildingii Gray, 1840. In: Machado, A. B. M. Drummond, G. M., Paglia, A. P. (Eds) 2008. Livro vermelho da fauna brasileira ameaçada de extinção. 1.ed. - Brasília, DF: MMA; Belo Horizonte, MG : Fundação Biodiversitas. Invertebrados Aquáticos. p 188 – 189.
MAGALHÃES, W. F., MARTINS, L. R., & ALVES, O. D. S. 2005. Inventário dos Echinodermata do estado da Bahia. Brazilian Journal of Aquatic Science and Technology, 9(1), 61-65.
MAH, C. (2014). Linckia guildingii Gray, 1840. In: Mah, C.L. (2014) World Asteroidea database. Accessed through: World Register of Marine Species at http://www.marinespecies.org/aphia.php?p=taxdetails&id=178188 on 2014-09-0
SAMPAIO, F. L. M. 2010. Distribuição espaço-temporal de mega equinodermos no platô do recife de corais de Coroa Vermelha, Bahia, Brasil. Dissertação de Mestrado apresentada a Universidade Estadual de Santa Cruz. Disponível em:
<http://www.uesc.br/cursos/pos_graduacao/mestrado/ppsat/dissertacoes/00fenix_sampaio.pdf>
Fim do conteúdo da página