Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Fauna Brasileira > Lista de Espécies Ameaçadas > Invertebrados Terrestres - Atta robusta Borgmeier, 1939 - Saúva-preta
Início do conteúdo da página

Invertebrados Terrestres - Atta robusta Borgmeier, 1939 - Saúva-preta

Classificação Taxonômica
Grupo
Classe:
Ordem:
Família:
Espécie:
Nome Vulgar:
Invertebrados Terrestres
Insecta
Hymenoptera
Formicidae
Atta robusta Borgmeier, 1939
Saúva-preta
Categoria de Ameaça
Categoria Validada:
Critério Validado:
Presença Lista Anterior:
VU
B2ab(ii,iii)
IN MMA 003/2003
Justificativa
Atta robusta é endêmica do Brasil, de matas de restinga no litoral dos estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. É uma espécie que apresenta restrição de habitat, ocorrendo apenas nas restingas, e portanto, com área de ocupação calculada em aproximadamente 800 km². As restingas encontram-se sob intenso processo de degradação, devido à especulação imobiliária e urbanização, o que caracteriza declínio continuado da qualidade do habitat, área de ocupação, e ocasiona fragmentação severa da população. Portanto, Atta robusta foi categorizada como Vulnerável – VU pelos critérios B2ab(ii,iii).
Especialistas
Ervandil C. Costa – UFSM, Félix B. Rosumek – UFSC, Itanna O. Fernandes – INPA, Jacques H. C. Delabie –CEPLAC, Paulo Robson de Souza – UFMS, Rodrigo dos Santos M. Feitosa – UFPR, Rogério Rosa Silva – MPEG, Rogerio Silvestre – UFGD, Yves Patric Quinet – UECE.
Referências
Arnhold, A., 2013. Influência de variáveis ambientais na distribuição espacial de espécies de formigas-cortadeiras (Hymenoptera: Formicidae) em eucaliptais cultivados no bioma pampa. Dissertação de Mestrado – Universidade Federal de Lavras, Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Entomologia. Lavras, MG - 2013.

Borgmeier, O. F. M. T., 1950. Estudos sobre Atta (Hym. Formicidae). Memórias do Instituto Oswaldo Cruz, 48: 239-270.

Campiolo, S. & Delabie, J., 2008. Atta robusta Borgmeier, 1939. In: Machado, A.B.M.,; Drummond, G. M., & Paglia, A.P. (Eds.), Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção (vol. 1). Ministério do Meio Ambiente, Fundação Biodiversitas. Brasília, DF; Belo Horizonte (MG). pp. 386-387.

Delabie, J. H. C; Alves, H. S. R.; Reuss-,Strenzel, G. M.; Do-Carmo, A. F. R. & Nascimento, I. C., 2011. Distribuição das Formigas-Cortadeiras dos gêneros Acromyrmex e Atta no Novo Mundo. In: Della Lucia, T. M. C. (Eds.), Formigas Cortadeiras, da Bioecologia ao Manejo. Editora UFV. pp. 80-101. (REVER BIBLIOGRAFIA!).

Fernández, F. & Sendoya, S., 2004. List of Neotropical ants (Hymenoptera: Formicidae). Biota Colombiana, 5 (1): 3-93.

Grürzmacher, D. D.; Loeck, A. E. & Medeiros, A. H., 2002. Ocorrência de Formigas-Cortadeiras na região da Depressão Central do estado do Rio Grande do Sul. Ciência Rural, 32 (2): 185-190.

Teixeira, M. C.; Schoereder J. H. & Mayhé-Nunes A. J., 2003. Geographic Distribution of Atta robusta Borgmeier (Hymenoptera: Formicidae). Neotropical Entomology, 32 (4): 719-721.

Teixeira, M. C.; Schoereder J. H. & Louzada, J. N. C., 2004. Occurrence of Atta robusta Borgmeier (Hymenoptera: Formicidae) in the North of Espírito Santo State, Brazil. Neotropical Entomology, 33 (2): 265-266.
Fim do conteúdo da página