Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Resex desenvolve projeto de Educação Ambiental
Início do conteúdo da página

Resex desenvolve projeto de Educação Ambiental

Publicado: Segunda, 07 de Janeiro de 2019, 16h14
Projeto beneficiou 357 comunitários da Reserva Extrativista Riozinho da Liberdade.

comunitarios
A Reserva Extrativista Riozinho da Liberdade realizou um Projeto de Educação Ambiental no ramal e nas escolas dentro da unidade, abordando os temas: resex, extrativismo, animais e lixo. O projeto beneficiou 357 comunitários (179 crianças e 178 jovens e adultos) ao longo do ano de 2018.

O projeto surgiu da necessidade e importância de trabalhar educação ambiental dentro da Resex Riozinho da Liberdade, localizara em Rio Branco no Acre, conta a chefe da unidade, Sabina Dessartre Mendonça. Segundo ela, para que fosse executado, houve todo um planejamento: principais temas que seriam trabalhados, logística de alimentação, materiais necessários para as atividades, combustível para chegar até as comunidades, formar parcerias com outras instituições e identificar as estações do ano mais adequadas, ou seja, observando em quais comunidades o acesso seria melhor, no período mais seco ou no período chuvoso.

Para início das atividades, foram realizadas duas oficinas de planejamento, com a participação dos comunitários. "Vale ressaltar que essas oficinas tiveram como objetivo valorizar as prioridades dos comunitários, os pontos de maior interesse da comunidade", explica.

“O trabalho foi participativo, envolvendo a comunidade como um todo. O Projeto atingiu especialmente a próxima geração de moradores – as crianças de hoje. Acreditamos que gestão de uma Unidade de Conservação se faz através do diálogo, da parceria e da troca de saberes”, ressalta Sabina Dessartre Mendonça.

Samira Souza da Silva, bióloga, especialista em Educação Ambiental e estagiária da Resex Riozinho da Liberdade-ICMBio, também ressaltou os resultados da experiência. “Esse trabalho me realizou muito, foi um grande aprendizado, e a cada dia sinto que posso fazer mais, dar minhas contribuições “, afirmou Samira, que trabalho como voluntária no projeto.

O projeto contou com a participação de parceiros: Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Universidade Federal do Acre- Campus Floresta, comunitários da Resex. Para início das atividades, foram realizadas duas oficinas de planejamento, com a participação dos comunitários. 

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página