Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > APA Guapimirim é aprovada como Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica
Início do conteúdo da página

APA Guapimirim é aprovada como Posto Avançado da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica

Publicado: Quinta, 02 de Junho de 2011, 20h00
Decisão é um reconhecimento à importância da unidade

Brasília (02/06/2011) – A Área de Proteção Ambiental (APA) Guapimirim, no Rio de Janeiro, recebeu a aprovação do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) para se tornar um posto avançado da Reserva. Somadas as demais localidades também aprovadas, agora são 36 os postos avançados da RBMA espalhados pelo Brasil.

A aprovação aconteceu em maio deste ano. Breno Herrera, chefe da unidade, considera que o reconhecimento da APA como posto avançado da RBMA é um importante passo na divulgação dessa área protegida. “Através deste reconhecimento vinculado a um programa internacional de conservação (O Homem e a biosfera,integrante da Unesco) fica reforçado o valor da APA como área estratégica para a proteção do bioma da Mata Atlântica. É um título merecido para a unidade de conservação responsável pela manutenção da vida na tão combalida e ameaçada baía de Guanabara”, afirmou.

Para compreender o que essa aprovação significa, a Secretaria-Executiva da Comissão Estadual da Biosfera da Mata Atlântica no Rio, Ana Carolina Marques de Oliveira, explicou que os postos avançados são áreas estratégicas para divulgação da Reserva. “Para serem aprovadas como tal, as áreas candidatas precisam apresentar pelo menos duas das características a seguir: possuir visitação, ser de fácil acesso e promover pesquisas científicas na área. Além disso, as áreas já devem ter ações em execução de acordo com os objetivos da RBMA, que são: proteção da diversidade, desenvolvimento sustentável e promoção de conhecimento científico”.

Ana explicou também o porque que a APA Guapimirim foi escolhida para ser um posto avançado. “Essa unidade de conservação, que trabalha conjuntamente com a Estação Ecológica da Guanabara, localizada na sua área mais preservada, apresenta todos os requisitos exigidos. A gestão das unidades tem trabalhado a questão do turismo, enfocando as comunidades locais, além de promover outras formas de renda a elas, como artesanato e viveirismo; o conselho consultivo das UCs é atuante e representativo; há muitas pesquisas científicas sendo realizadas na área, e por muitas instituições de pesquisa diferentes. Além disso, a sede das UCs está localizada à margem de uma rodovia movimentada, que facilita a divulgação da área para o público local”, concluiu.

Fonte: APA Guapimirim

Ascom/ICMBio
(61) 3341-9291
Fim do conteúdo da página