Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Vitória e Parajuru são reintroduzidos à natureza
Início do conteúdo da página

Vitória e Parajuru são reintroduzidos à natureza

Publicado: Quarta, 04 de Dezembro de 2019, 17h43
Peixes-boi foram reintroduzidos na Área de Proteção Ambiental (APA) Barra do Rio Mamanguape, na Paraíba.

Vitória peixe boi
Vitória, peixe-boi que voltou à natureza. (Foto:Acervo/ICMBio)

Os peixes-bois Vitória e Parajuru foram reintroduzidos, no dia 24 de novembro, na Área de Proteção Ambiental (APA) Barra do Rio Mamanguape na Paraíba. A reintrodução faz parte do planejamento elaborado entre o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Fundação Mamíferos Aquáticos, desde 2017, com o objetivo principal de tornar a APA Barra do Rio Mamanguape novamente um sítio de reintrodução dos peixes-boi. Primeiro local no Brasil a ter uma base de trabalho para preservação do peixe-boi (desde a década de 1980), Mamanguape não fazia reintrodução de peixes-boi há quase 10 anos. Desde 1994, o ICMBio e parceiros já reintroduziram 49 peixes-boi na natureza.

Também foram recuperadas as estruturas do centro de visitantes, o galpão náutico e foi reconstruído o cativeiro de aclimatação. A sede da APA Barra do Rio Mamanguape e a estrutura de apoio à pesquisa também serão recuperadas com novos investimentos a partir deste mês de dezembro. Os investimentos para o centro de visitantes, o cativeiro dos peixes-boi e o galpão náutico foram captados pela Fundação Mamíferos Aquáticos junto à Fundação O Boticário.

Vitória e Parajuru foram trazidos da Base do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Nordeste (Cepene), em Itamaracá (PE), no mês de abril deste ano, e ficaram 7 meses no cativeiro de aclimatação, até estarem aptos a serem reintroduzidos no mar. Ao todo, são 8 peixes-boi reintroduzidos que vivem na APA Barra do Rio Mamanguape, além dos animais nativos.

Vitória foi resgatada em janeiro de 2015 em uma praia Barra do Mamanguape e Parajuru em 2014, no litoral do Ceará. Eles foram levados ainda filhotes para Itamaracá, onde foram reabilitados e passaram por cuidados até a reintrodução.

A APA Barra do Rio Mamanguape é um dos locais mais importantes para a população de peixes-boi no nordeste do Brasil. A unidade de conservação protege ambientes de mangues, recifes de coral, pradarias de gramíneas submersas, praias, restingas, e ainda mantém uma comunidade de pescadores que exercem suas atividades de forma artesanal. Garantir a efetividade da APA Barra do Rio Mamanguape é um compromisso do ICMBio e dos parceiros institucionais, como a Fundação Mamíferos Aquáticos e as associações comunitárias, que têm nas ações de proteção ao peixe-boi uma fonte de trabalho e geração de desenvolvimento da comunidade.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280
registrado em: ,
Fim do conteúdo da página