Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Parque Nacional das Emas ganha carro-safári e portal com réplicas gigantes de animais
Início do conteúdo da página

Parque Nacional das Emas ganha carro-safári e portal com réplicas gigantes de animais

Publicado: Segunda, 12 de Setembro de 2011, 03h14
Inauguração neste domingo teve presença da ministra do Meio Ambiente

Elmano Augusto
elmano.cordeiro@icmbio.gov.br

Brasília (11/09/2011) – O Parque Nacional das Emas, em Goiás, que no ano passado teve 90% dos seus 131,8 mil hectares queimados por incêndio florestal, segue na sua jornada de recuperação. Neste domingo (11), a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Rômulo Mello, inauguraram as duas mais novas atrações da unidade: o novo portal do Jacuba e o carro-safári.

O portal exibe réplicas gigantes de espécies da fauna local – ema, lobo-guará, veado-campeiro, anta – produzidas pelo artista plástico Sinval de Carvalho, ambientalista e morador da região. Já o carro-safári é um caminhão adaptado para passeios turísticos no interior da unidade, a exemplo dos veículos utilizados nos parques da África do Sul. Oferece visão panorâmica para 20 pessoas confortavelmente sentadas. O passeio promete virar uma sensação.

AGENDA – A inauguração foi apenas um dos compromissos da agenda cumprida neste domingo no estado de Goiás pela ministra e pelo presidente do Instituto Chico Mendes. Antes, na cidade de Luiz Alves, eles participaram da solenidade de lançamento do Projeto Quelônios nas Escolas e da posse de brigadistas recém-contratados pelo ICMBio e Ibama.

Nos eventos, Izabella e Rômulo tiveram a companhia do governador em exercício de Goiás, José Eliton, do senador Demóstenes Torres (DEM-GO), da deputada federal Marina Sant´Anna  (PT-GO), além de outras autoridades locais, como o secretário estadual de Meio Ambiente, Leonardo Vilela, e a prefeita Meiba Maria Moraes Barcelos, da cidade de Mineiros, um dos municípios que abrigam o parque.

PARQUE – “Esse é um dia histórico. Pela primeira vez, um ministro do Meio Ambiente visita o Parque Nacional das Emas”, discursou Rômulo, durante evento no parque, ao lembrar que as melhorias vão contribuir para atrair um maior número de visitantes.  “Ao estimular o turismo, o parque, além de exercer a sua função ambiental, cumpre também um papel social, gerando renda para a comunidade”, disse o presidente.

A ministra, que sobrevoou a região, repleta de belezas naturais cercadas por enormes áreas de cultivo de soja, cana e algodão, disse ter visto, do alto, duas riquezas. De um lado, a produção agrícola; de outro, a natureza do cerrado protegida pelo parque. Segundo ela, a “produção” não pode se contrapor à “proteção” nem vice-versa.

“Uma ajuda a outra. O parque, com os seus serviços ambientais, como a polinização, a manutenção dos recursos hídricos, entre outros, deve contribuir para a produção; e a produção, por sua vez, deve apoiar o parque, através de parcerias que melhorem a estrutura da unidade”, disse Izabella.

PARCERIA – E foi exatamente uma dessas parcerias, negociadas entre o chefe da unidade, Marcos Cunha, e a ETH Bioenergia, empresa instalada na região, que resultou na aquisição pelo parque do carro-safári. O veículo vai transportar os turistas por trilhas no interior da unidade. Durante o tour, as pessoas poderão apreciar a fauna e flora e curtir refrescantes mergulhos nas corredeiras do rio Formoso, onde já se pratica o boia-cross.

No passeio de inauguração do carro-safári, a comitiva teve uma rápida sensação do prazer de observar, bem de perto, veados-campeiros, emas, araras, gaviões e outras espécies da vida silvestre do cerrado, correndo ou voando, em bandos, totalmente livres, durante a passagem do veículo.   

Empolgada, a ministra Izabella Teixeira disse que o parque tem que virar definitivamente uma referência do cerrado. Ela lembrou que a unidade é palco de outro fenômeno, a bioluminiscência, protagonizada pelas larvas dos cupins, que no escuro da noite emitem sinais luminosos, transformando os cupinzeiros num imenso pisca-pisca. “Isso mostra que não é preciso visitar parque fora do Brasil para desfrutar as belezas da natureza. Já temos tudo aqui”.

COPA – O presidente do ICMBio, Rômulo Mello, aproveitou para reafirmar a disposição do Instituto de dotar Emas de toda a infraestrutura necessária para a visitação. Ele lembrou que a unidade integra o projeto Parques da Copa, que prepara uma série de parques nacionais para receber turistas que virão ao Brasil assistir aos jogos do Mundial de futebol.

Ascom/ICMBio
(61) 3341-9280
Fim do conteúdo da página