Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Geral > Resex Marinha de Caeté-Taperaçu fortalece as instâncias participativas
Início do conteúdo da página

Resex Marinha de Caeté-Taperaçu fortalece as instâncias participativas

Publicado: Sexta, 23 de Setembro de 2011, 10h23
O objetivo é estabelecer uma relação de confiança e transparência com usuários da UC

Rodrigo Abreu
rodrigo.abreu@icmbio.gov.br

Brasília (22/09/2011) – A 2ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo da Reserva Extrativista (Resex) Marinha de Caeté-Taperaçu, Unidade de Conservação (UC) chefiada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) localizada no Pará ocorreu na terça-feira (20), na sede da Associação dos Usuários da Resex Marinha de Caeté-Taperaçu, no município de Bragança/PA.

A pauta central do encontro girou em torno do fortalecimento das instâncias participativas de decisão das comunidades junto ao ICMBio, no que se refere aos diversos processos de gestão da reserva. O foco é promover uma maior transparência e confiança dos usuários da UC sobre como vem sendo feita a gestão da unidade. Atualmente, residem na Reserva Extrativista (Resex) Marinha de Caeté-Taperaçu 52 comunidades com usuários no município de Bragança, totalizando 8 mil famílias que fazem uso dos recursos naturais da reserva.

Os conselheiros também debateram como será o andamento do programa “Bolsa Verde” na Resex e detalhes, como quais critérios serão adotados para o monitoramento e cumprimento do programa pelos usuários da UC. Uma nova reunião, inicialmente marcada para outubro deve definir melhor o tema.

Sobre a Resex

A Reserva Extrativista (Resex) Marinha de Caeté-Taperaçufica no município de Bragança, no litoral do estado do Pará. Na região, conhecida pelas reentrâncias paraenses-maranhenses, predominam extensos manguezais e rica fauna. Seu Conselho Deliberativo, criado em 2007 e reativado em janeiro de 2010, já realizou diversas reuniões ordinárias, extraordinárias e dos Grupos de Trabalhos criados com vários objetivos, entre eles: Cadastramento dos Usuários; Projeto Manguezais do Brasil; Elaboração do Plano de Manejo, entre outros. A participação média nas reuniões tem sido expressiva, com uma frequência de 80% dos conselheiros.

Ascom/ICMBio
(61) 3341-9280

Fim do conteúdo da página