Saiba Mais

O Sisbio é um sistema de atendimento à distância que permite a pesquisadores solicitarem autorizações para coleta de material biológico e para a realização de pesquisa em unidades de conservação federais e cavernas. O sistema permite ao ICMBio realizar a gestão da informação resultante das pesquisas realizadas visando a conservação da biodiversidade, por meio do recebimento de relatórios de atividades que integram a base de dados do Instituto sobre ocorrência e distribuição de espécies. A integração dos dados gerados pelos pesquisadores será relacionada a uma base cartográfica digital de qualidade, provendo, assim, mecanismos de difusão de informação sobre a biodiversidade nacional para a comunidade científica, tomadores de decisão, formuladores de políticas ambientais e educadores. Graças a seu formato automatizado, interativo e simplificado, o Sisbio melhorou significativamente o atendimento e a prestação de serviços junto aos pesquisadores.

Antes da implementação do Sisbio, as solicitações eram protocoladas, em papel, nas diferentes unidades do Ibama — o que muitas vezes gerava duplicidade de processos administrativos, de custos e de esforço de análise — e tramitavam lentamente, por meio de malotes, entre as unidades de conservação, centros especializados, superintendências e sede do Ibama. Os procedimentos de tramitação não eram uniformizados entre as diferentes unidades do instituto.

O Sisbio opera de forma descentralizada dando celeridade à tramitação das solicitações de autorizações. Todas as unidades consultadas durante a tramitação e análise de uma solicitação de autorização manifestam-se concomitantemente, dentro de prazos definidos, tendo a disposição o currículo do pesquisador, através de parceria com o CNPq, que disponibiliza a Plataforma Lattes. Com a implementação do sistema, as autorizações antes concedidas em prazos que variavam de um dia a dois anos, hoje têm prazo máximo de 60 dias para serem concedidas (1 a 60 dias).

O Sisbio é regulamentado pela Instrução Normativa nº 03/2014 (retificada), que dispõe sobre a coleta de material biológico com finalidade científica e a realização de pesquisa em UC federal e será revisada pelo Comitê de Assessoramento Técnico do Sisbio.